.

.

domingo, fevereiro 18, 2018

Boa tarde comentando...








Dez coisas que levei anos para aprender...



1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom ou
empregado, não pode ser uma boa pessoa.
(Esta é muito importante. Preste atenção, nunca falha).


2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você,
quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.
( Tá cheio de gente querendo te converter!)


3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.
( Na maioria das vezes quem tá te olhando também não sabe! Tá valendo! )


4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.
( Deus deu 24 horas em cada dia para cada um cuidar da sua vida e
tem gente que insiste em fazer hora extra! )

5. Não confunda sua carreira com sua Vida.
( Aprenda a fazer escolhas! )

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir
e um laxante na mesma noite.
( Quem escreveu deve ter conhecimento de causa! )


7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela
qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial,
essa palavra seria "reuniões".
( Onde ninguém se entende... com exceção das reuniões que acontecem nos
butecos... )


8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".
( Ouvir música é hobby... no volume máximo ás 7 da manhã
pode ser doença mental! )


9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.
( Será????? Que bom !!!!! )


10. Lembre-se: nem sempre os profissionais são os melhores.
Um amador construiu a Arca.Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

(Luís Fernando Veríssimo)




Sol Hoffmann

A matéria das palavras


Estamos aqui. Interrogamos símbolos persistentes.
É a hora do infinito desacerto-acerto.

O vulto da nossa singularidade viaja por palavras
matéria insensível de um poder esquivo.

Confissões discordantes pavimentam a nossa hesitação.
Há uma embriaguês de luto em nossos atos-chaves.

Aspiramos à alta liberdade
um bem sempre suspenso que nos crucifica.

Cheios de ávidas esperanças sobrevoamos
e depois mergulhamos nessa outra esfera imaginária.

Com arriscada atenção aspiramos à ditosa notícia de uma
perfeição
especialista em fracassos.

Estrangeiros sempre
agudamente colhemos os frutos discordantes.

Ana Hatherly

sábado, fevereiro 17, 2018

Boa noite Comentando...







Ninguém disse...


Não, ninguém disse que fácil seria,
nem disse que dificuldades você não enfrentaria.
Ninguém falou que só de romance você viveria.
O amor tem caminhos imperfeitos,
tem qualidades mas, também, tem defeitos,
tem deveres porém possui os seus direitos.
O amor se enraíza no nosso coração
mas, também, escorre pelas nossas mãos,
nos proporciona momentos de felicidade
mas, também, instantes de ansiedade.
O amor é real e é miragem,
é veículo que conduz à serenidade,
é dinamite que destrói paisagem.
É, nunca ninguém falou que seria
como um esplêndido raiar do dia.
Sempre se soube que existiriam noites frias,
muitas madrugadas vazias,
as horas de medo e solidão,
de insegurança e insatisfação.
Mas, afinal, o que seria do amor
se ele só provocasse alegrias e nenhuma dor?
Dizem que apenas em estado de calmaria
ele jamais sobreviveria,
então o que nos resta é conviver
com esse seu modo estranho de ser.

(Silvana Duboc)




Sol Hoffmann

quarta-feira, fevereiro 14, 2018

Boa tarde Comentando...







''SER ou TER...''


Nossa correria diária não nos deixa parar para perceber se o que temos já não é o suficiente para nossa vida. 

Nos preocupamos muito em TER: ter isso, ter aquilo, comprar isso, comprar aquilo. 

Os anos vão passando, quando nos damos conta, esquecemos do mais importante que é VIVER e SER FELIZ! 

Muitas vezes para ser Feliz não é preciso Ter, o mais importante na vida é SER. 

As pessoas precisam parar de correr atrás do Ter e começar a correr atrás do SER: 
Ser Amigo, 
Ser Amado, 
Ser Gente. 

Tenho certeza de que, quando SOMOS, ficamos muito mais Felizes do que quando Temos. 

O SER leva uma vida para se conseguir e o Ter muitas vezes conseguimos logo. 

O SER não se acaba nem se perde com o tempo, mas o Ter pode terminar logo. 

O SER é eterno, o Ter é passageiro. 

Mesmo que dure por muito tempo, pode não trazer a Felicidade... 

E é aí que vem o vazio na vida das pessoas... 

Por isso, tente sempre SER e não Ter. 

Assim você sentirá uma Felicidade sem preço! 

Espero que você deixe de cobrar o que fez e o que não fez nos últimos anos e que você tente o mais importante: SER FELIZ

(desc. autor)



Sol Hoffmann

sábado, fevereiro 10, 2018

Boa noite Comentando...






A vida ensina


“Se você pensa que sabe; que a vida lhe mostre o quanto não sabe.
Se você é muito simpático mas leva meia hora para concluir seu pensamento; que a vida lhe ensine que explica melhor o seu problema, aquele que começa pelo fim.
Se você faz exames demais; que a vida lhe ensine que doença é como esposa ciumenta: se procurar demais, acaba achando.
Se você pensa que os outros é que sempre são isso ou aquilo; que a vida lhe ensine a olhar mais para você mesmo.
Se você pensa que viver é horizontal, unitário, definido, monobloco; que a vida lhe ensine a aceitar o conflito como condição lúdica da existência.
Tanto mais lúdica quanto mais complexa.
Tanto mais complexa quanto mais consciente.
Tanto mais consciente quanto mais difícil.
Tanto mais difícil quanto mais grandiosa.
Se você pensa que disponibilidade com paz não é felicidade; que a vida lhe ensine a aproveitar os raros momentos em que ela (a paz) surge.
Que a vida ensine a cada menino a seguir o cristal que leva dentro, sua bússola existencial não revelada, sua percepção não verbalizável das coisas, sua capacidade de prosseguir com o que lhe é peculiar e próprio, por mais que pareçam úteis e eficazes as coisas que a ele, no fundo, não soam como tais, embora façam aparente sentido e se apresentem tão sedutoras quanto enganosas.
Que a vida nos ensine, a todos, a nunca dizer as verdades na hora da raiva.
Que desta aproveitemos apenas a forma direta e lúcida pela qual as verdades se nos revelam por seu intermédio; mas para dizê-las depois.
Que a vida ensine que tão ou mais difícil do que ter razão, é saber tê-la.
Que aquele garoto que não come, coma.
Que aquele que mata, não mate.
Que aquela timidez do pobre passe.
Que a moça esforçada se forme.
Que o jovem jovie.
Que o velho velhe.
Que a moça moce.
Que a luz luza.
Que a paz paze.
Que o som soe.
Que a mãe manhe.
Que o pai paie.
Que o sol sole.
Que o filho filhe.
Que a árvore arvore.
Que o ninho aninhe.
Que o mar mare.
Que a cor core.
Que o abraço abrace.
Que o perdão perdoe.
Que tudo vire verbo e verbe.
Verde. Como a esperança.
Pois, do jeito que o mundo vai, dá vontade de apagar e começar tudo de novo.
A vida é substantiva, nós é que somos adjetivos.”

(Artur da Távola)




Sol Hoffmann

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...